O Tesouro que somos

Partilhas do mês de Outubro

Vivências de Outubro: o tesouro que somos

Comunidade do Santuário

Um momento alto da nossa vivência do mês de outubro, caminhando no sentido da tomada de consciência do dom que somos – cada Irmã, a nossa Comunidade, as nossas Comunidades, a Congregação – foi o encontro-convívio com as Irmãs da Comunidade de Sesimbra – a Comunidade que elegemos para partilhar o dom que somos, em fraternidade e em missão.

Como não nos foi possível fazer uma visita presencial, combinámos fazer uma visita em videoconferência. À hora previamente combinada, lá estávamos “ecrã a ecrã” com as Irmãs. Foi uma alegria simples e boa! Que gosto nos vermos!

Saudámo-nos e conversámos livremente. Depois, nós partilhámos com as Irmãs a surpresa preparada: com pequenos vídeos, fizemos uma visita guiada àqueles espaços do Santuário de Fátima que todos os dias cada uma de nós percorre para desempenhar a missão que nos está confiada. Mostrámos também os espaços da nossa Comunidade, situada na Casa de Nossa Senhora das Dores. Cada uma das Irmãs da Comunidade de Sesimbra, com os seus muitos anos, contaram também as suas histórias e memórias a respeito deste lugar, momentos significativos que cá viveu, desde a colaboração ativa nos trabalhos de apoio à liturgia, até ao batismo de um familiar (irmã) em 1934.

O nosso convívio terminou com um cântico de ação de graças que todas entoámos juntas: Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor.

Não se esqueça de fazer o Lougout para sair em segurança desta Área Reservada.