O Tesouro que somos

Partilhas do mês de Outubro

Vivência pessoal em Comunidade

Comunidade de Aveiro

Comunidade de Aveiro

1ª Semana (4 a 9 de Outubro)
Tanto quanto nos foi possível entender. Procuramos viver estes passos que nos foram propostos, de modo muito simples e fraternos.

Todas as irmãs da Comunidade rezaram diariamente o rosário e nele foram colocadas as várias intenções: da Comunidade, da Igreja, da Congregação e do nosso Mundo atual com toda a sua problemática.

Tivemos o nosso tempo de partilha, sobre os dons que se reconheceu, recebeu, partilhou e o dom, que cada uma é.

Foi um tempo de diálogo, partilha, de oração, agradável e benéfico, nos fez cair na conta, do dom que é cada Irmã, e simultaneamente portadora de uma riqueza: quer para, a Comunidade, para a Igreja e para o nosso Mundo. Tudo isto nos despertou a uma ação de graças pela Bondade e Misericórdia do nosso Bom Deus e pelas Suas maravilhas.

2ª Semana (11 a 16 de Outubro)
Refletimos, rezamos sobre o modo como se prolongam os dons que somos, para os outros. Partilhamos este tesouro pelo testemunho de alegria, pela seriedade de vida, pelo acolhimento afável, pela disponibilidade em servir, a disponibilidade dos nossos espaços, (o que tenho vou dar-te) Saber dar tempo para ajudar os que precisam de alguém que os oiçam. A Comunidade procurou todas as oportunidades ao seu alcance para sua integração no meio ambiente, e no meio religioso.

3ª Semana (18 a 23 )
Foi uma semana bonita cheia de vivências especiais para a nossa Comunidade e Congregação. Na Comunidade, recebemos as nossas irmãs que por aqui permaneceram, dois dias. Com as Comunidades Benedita e Aveiro encontramo-nos através dum pequeno convívio telefónico muito agradável e fomos agraciadas com um belo e bonito bolo, típico da Terra, que chegou via correio em boas condições e foi partilhado com as Irmãs de Coimbra, num almoço fraterno e convívio agradável. Foi interessante, descobrimos que Benedita e Aveiro se tinham escolhido uma à outra.

Todas estas vivências neste mês de Outubro foram muito especiais porque envolvidas pela Oração, do Rosário, da oração de umas pelas outras, pela alegria do convívio fraterno e partilha do dom que somos umas para as outras em Comunidade e Congregação.

Para todas as Irmãs vão as nossas saudações amigas e fraterna

Não se esqueça de fazer o Lougout para sair em segurança desta Área Reservada.