O Tesouro que somos

Partilhas do mês de Outubro

Num mesmo Espírito…

Comunidade da Ericeira

Comunidade da Ericeira

Parece ter sido o que nos aconteceu neste mês de Outubro.

Foi-nos proposto um caminho que muito apreciámos e acompanhámos com alegria, dentro do possível, mas que não foi realizado em comunidade, pois, poucos dias estivemos juntas. Foi um mês de muitas surpresas… mas acreditamos ter sido frutuoso na vida de cada Irmã e da comunidade pelo carinho e amizade manifestados em cada situação.

O retiro anual da Ir. Luísa coincidiu ser neste mês, depois foi a surpresa da operação, que não permitiu a presença da Irmã na comunidade.

Foi um mês de muita actividade e rico de vivências fraternas e espirituais por a Ir. Sandra celebrar, neste ano, as suas bodas de Prata de consagração.

A partilha em grupo das Irmãs que celebram os 25, 50 anos de consagração foi um tempo muito enriquecedor de conhecimento mútuo e de partilha espiritual. A celebração dos 25 anos nas comunidades de origem, Freiria, Livramento, (inclusive da Ir. Marta, em Turquel) e nas comunidades da Ericeira e de Nova Oeiras, implicou uma movimentação e um testemunho bonito de fraternidade com os meios locais e com as respectivas famílias. A vivência dos dias 12 e 13 em Fátima, a surpresa da partilha com a comunidade da casa Luiza Andaluz e com as Irmãs que celebram os 70 e 75 anos de consagração foram testemunhos de uma fé vivida e partilhada.

A vivência do dia 15 em congregação foi um tempo especial de comunhão, de convívio fraterno e de celebração de fé.

Devido a todos estes acontecimentos foi-nos difícil seguir as propostas, mas o Espírito que nos une, precede-nos. No domingo, dia 17, foi o meio que veio ter connosco. Três jovens bateram a nossa porta para rezar uma dezena do terço. Depois lancharam connosco.

No domingo dia 24, a comunidade do Entroncamento partilhou o dom que é através de um telefonema. A comunidade de Sesimbra enviou-nos um lindo poema. Nós, no dia 25, telefonámos á comunidade de Fundão e partilhámos o dom que são as nossas comunidades.

Unidas no mesmo Espírito e em fraternidade

Não se esqueça de fazer o Lougout para sair em segurança desta Área Reservada.