Cronologia

Navegue na cronologia clicando nas etiquetas que estão na barra temporal ou avançando e recuando nas setas. Por baixo da cronologia pode também consultar as diferentes datas por extenso.

 

 

1922 ─ 23 de Setembro a 3 de Outubro: Visita ao Carmelo de Pamplona, sente o apelo a fundar a Congregação. Tem 45 anos.

1923 ─ 17 de Abril: Telefonema do Arcebispo de Évora comunicando-lhe que pode começar a Obra.

          13 de Maio: Peregrinação do primeiro grupo a Fátima.

          15 a 19 de Maio: Retiro do grupo, na sua casa em Santarém.

          Junho: Primeiro grupo junta-se para dar início à missão na União Gráfica, em Lisboa.

          15 de Outubro: Fundação da Congregação: início da vida comunitária e abertura de um colégio no Palácio Andaluz, em Santarém.

1924 ─  17 de Fevereiro: Compra, em leilão, o antigo Convento das Capuchas, em Santarém, para nele instalar as crianças órfãs que desde a Pneumónica tinha a seu cargo e que têm de sair da Casa Braamcamp, onde estavam instaladas.

1929 ─ 30 de Setembro: Abertura da casa de formação no Casal de S. Francisco, em Dafundo.

1931 ─ 5 de Maio: Abertura da comunidade e início da missão no Santuário de Fátima.

1932 ─ Luiza escreve ao Senhor Cardeal Patriarca a expor que não existia a mesma comunhão de ideal entre algumas Irmãs, prevendo que isso motivaria a divisão ou separação em dois grupos. Em consequência em 1934 um grupo abandona a Congregação.

1934 ─  Junho: Aquisição de uma casa, no Largo de S. Mamede nº1, onde se instala a Casa Geral da Congregação e o Noviciado.

1939 ─ 19 de Abril: Aprovação do nome da Congregação «Servas de Nossa Senhora de Fátima».

         ─ 11 de Outubro: Aprovação canónica da Congregação e primeiras Profissões.  Luiza Andaluz tem 62 anos.

1940 ─  31 de Março: Votos Perpétuos de Luiza Andaluz e Primeira Profissão de um grupo de 28 Irmãs.
 
1942 ─ 1 de Novembro: Transferência do Noviciado para a Quinta do Candeeiro, em Moscavide depois de ter estado 2 anos na Quinta do Ferro.

1946 ─ Setembro: 1º Capítulo Geral da Congregação.

          De Outubro de 1946 a 1947: Início da actividade da Congregação nos Centros de Assistência Social, nomeadamente Benedita, Entroncamento e Valado.

1948 ─ 15 de Outubro: Ano Jubilar da Congregação ─ celebração das bodas de prata.

1951 ─  1 a 15 de Outubro: Visita da Imagem Peregrina às Comunidades da Congregação, em Lisboa.

1953 ─ 5 a 10 de Janeiro: II Capítulo Geral, onde é eleita Superiora Geral a Madre Maria Louise Groëtz.

1972 ─ Envio das primeiras Servas de Nossa Senhora de Fátima para Moçambique. A primeira comunidade missionária fora de Portugal.

1975 ─ Conclusão do processo de encerramento do Colégio Andaluz, Santarém, e a consequente abertura de pequenos núcleos de inserção paroquial.

1977 ─ Comemoração do 1º Centenário do nascimento Luiza Andaluz.

1978 ─ Abertura de uma comunidade em Bruxelas, Bélgica, e início da missão com população migrante.

1981 ─ 13 de Outubro: Decreto da Congregação dos Religiosos e Institutos Seculares, a Congregação foi constituída de direito Pontifício.

1991 ─ Abertura da 1ª comunidade no Luxemburgo, para colaborar na Missão católica Portuguesa.

1997 ─ Abertura da 1ª comunidade em Angola, na Diocese de Luanda.

2002 ─ Abertura da 1ª comunidade no Brasil, na Diocese de Campanha.

2007 ─ Abertura da 1ª comunidade na Guiné-Bissau, para colaborar na criação de um curso de Educadores de Infância, na Diocese de Bissau.

2010 ─ Criação da Região da Imaculada Conceição – Portugal.

2011 ─ Criação da Delegação de Santa Maria Mãe de Deus – Moçambique.

2012 ─ Criação da Delegação do Imaculado Coração de Maria – Angola.

2013 ─ Ano jubilar. Celebração dos 75 anos da Congregação.