Nono dia de formação de líderes em Moçambique

Estudar é importante, o saber é uma bênção, mas, não é o diploma que faz o Homem

Hoje foi um dia muito divertido na formação, fizemos várias dinâmicas. Primeiro nós falamos do protagonismo. Somos protagonistas de nossas vidas. Nós somos a''personagem principal'' de nossas vidas, tudo cabe a nós. Mas o protagonismo não deve nos remeter ao egoísmo ou a severidade, mas sim a lutar pela nossa felicidade e pela felicidade dos outros pois a felicidade é algo que se multiplica quando se divide. A maior finalidade do protagonista é justamente essa, fazer o bem transbordar à todos. 

Falamos também da diferença entre chefe e líder. O chefe é aquele que usa do seu poder para manipular os outros, enquanto que líder, é aquele que com a sua autoridade faz com que os outros façam de bom grado até aquilo que não gostam. E temos três estilos de liderança: autocrático, democrático e liberal. O melhor estilo é o estilo situacional, ou melhor: um estilo que vai de acordo com a situação com que ela lidamos.
Outro tema marcante foi o valor do trabalho. Não há profissão mais importante que a outra pois todas elas têm uma relação de interdependência. Por exemplo: O professor precisa do camponês para se alimentar e o camponês precisa do professor para ensinar seu filho. O valor do trabalho não está no status social ou no salário, mas sim na pessoa que o exerce. Se todos somos importantes, quanto mais o nosso trabalho...

E não é possuir diplomas que nos torna valiosos como Homens, mas sim o valor que damos as pessoas que nos rodeiam e ao nosso trabalho. É necessário possuir um carácter recto, uma reputação saudável e uma conduta respeitosa. Assim possuíremos um diploma que não se compra nem se vende: o valor pessoal. Para finalizar, amanhã será o nosso encerramento. Seria bom estarmos todas reunidas.
Marcela